A vida não precisa ser difícil


Pense um pouco sobre as histórias que a sociedade admira em geral. Normalmente são histórias de pessoas que em algum momento da vida tiveram que superar algum tipo de dificuldade.
Quem não gosta de um conto em que alguém nasceu em uma situação desfavorável, teve que passar por inúmeros desafios, dores e sofrimentos, para finalmente dar a volta por cima e alcançar as tão sonhadas paz e felicidade?
Isto demonstra uma supervalorização, por parte da consciência coletiva, da luta, do drama, do sofrimento e das dificuldades. É como se o que fosse fácil não tivesse valor. Quem nunca ouviu o ditado “O que vem fácil, vai fácil”? Quem não acha que ser chamado de guerreiro ou batalhador é um elogio?
Por detrás deste coletivo, entendo que podem haver alguns tipos de sentimentos como:
– Inveja, em que se tenta diminuir o valor da pessoa que consegue seus objetivos de maneira fácil e natural. É uma tentativa de menosprezar a importância e o sucesso de quem conseguiu chegar lá. É uma maneira de tentar se sentir superior a quem “está no topo”.
– Conforto. Quando temos dificuldades em alcançar as nossas metas, o fato de pensarmos que isto é uma verdade para todos, evita de nos sentirmos fracassados, incapazes ou fracos. É um tipo de resignação, afinal, a vida é dura para todos.
– Busca de aprovação. Afinal, quem consegue superar os seus desafios merece ser admirado e respeitado por todos.
Independentemente da razão, quando nos conectamos a este coletivo, o nosso subconsciente começa a nos fazer agir de acordo com estas crenças de dificuldades.

Saindo da consciência coletiva

Então sempre vamos estar sofrendo e lutando para vencer. Achamos que estamos aprendendo e evoluindo somente através dos inúmeros desafios e dificuldades que passamos em nossas vidas. Que dependemos deles para podermos crescer.
E quando estamos em um momento de bonança, é muito comum aparecer a famosa auto sabotagem. O nosso subconsciente começa a criar situações difíceis para voltarmos ao nosso papel de guerreiro e batalhador E assim, conseguirmos o respeito e a admiração dos outros.
Mas, a vida pode ser fácil, leve e fluida. Não precisamos passar por dificuldades para sentirmos que vencemos ou que somos amados e aceitos pelos outros.
Quando nos desconectamos destas crenças que valorizam as dificuldades, nosso subconsciente para de criar problemas desnecessários. Nós nos conectamos muito mais com as energias da abundância, da prosperidade e da fluidez. E conseguimos alcançar nossos objetivos com muito mais leveza e otimismo.
Com a ajuda do Thetahealing®, eu mesmo consegui limpar muitas destas crenças que me faziam estar sempre buscando desafios e um reconhecimento e admiração através da superação destes. E hoje eu consigo dar valor e ser grato a tudo que vem de maneira fácil em minha vida.
E você? Em qual frequência você está vibrando? Na da vida fácil ou na da difícil? Você precisa superar desafios para se sentir amado e admirado?

Gratidão!

André Fukunaga

*Photo by Min An from Pexels

0 Comments

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>