Qual o propósito do casamento?

Qual o propósito do casamento?

Qual o propósito do casamento?
Quando o meu irmão me pediu para fazer um discurso em seu casamento, resolvi falar sobre o propósito do casamento. Então, fiquei refletindo muito sobre qual seria este propósito, inclusive sobre qual era o propósito do meu próprio casamento, até chegar a uma linha de pensamento que reverberou com meu momento de vida.
O propósito do casamento é aquele que você dá para ele. Na nossa sociedade atual, o propósito mais comumente dado pelas pessoas seria o do amor, mas em outros tempos e em outros lugares, poderia ser dinheiro, status, procriação, etc.
Mas o que seria esse propósito de amor? Eu entendo que o casamento pode ser uma das maiores escolas para se aprender sobre o amor. Sobre o amor verdadeiro, mais puro que é o incondicional, aquele em que amamos alguém simplesmente por ele ser o que é.
E ao longo de nossas vidas, desde o momento em que estamos no útero de nossas mães, esse conceito de amor incondicional, que é a nossa essência, é “desvirtuado”. Passamos a amar os outros somente se ele for do jeito que queremos que ele seja. Qualquer coisa que o outro faça em desacordo com o que achamos correto, passamos a não amar mais aquela pessoa.

Como o casamento pode ajudar?

E como o casamento ajuda a reaprendermos o amor incondicional? Antes de mais nada, o casamento, com a convivência diária entre o casal, expõe toda esta visão distorcida do que é o amor. As brigas, os ciúmes, os jogos de poder, o vitimismo, tudo isto são expressões distorcidas de amor.
Justamente por expor tudo isto, é que o casamento nos ajuda a evoluirmos. Afinal, só podemos melhorar naquilo em que temos consciência de que precisamos evoluir. Quando temos relacionamentos superficiais, simplesmente descartamos as pessoas quando elas nos desagradam.
Quando queremos investir em um casamento com o propósito do amor, toda nossa visão distorcida do que é amor é trazida à luz. Com isso, conseguimos expandir várias virtudes em nós, como aceitação, tolerância, compaixão, empatia, entre outras.
Claro que este caminho de aprendizado sobre o amor em um casamento pode ter altos e baixos, com momentos em que nossos condicionamentos antigos sobre o que é amor vão prevalecer. Mas tudo bem, o importante é aceitarmos o que acontece e termos sempre em mente esta perspectiva maior do aprendizado do amor incondicional.
E uma frase que me ajuda muito a manter esta perspectiva maior nos momentos de conflito é “Tudo que não é amor é um pedido de amor”, que li no livro Um Curso em Milagres. Ela resume bem esta perspectiva de que todos nós, na nossa essência, somos e queremos somente amor.

Gratidão!

André Fukunaga

0 Comments

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>