Tudo é uma ilusão

Tudo é uma ilusão

Tudo é uma ilusão
Nesta minha jornada de autoconhecimento e espiritualidade, escutei algumas vezes a seguinte frase: “Tudo é uma ilusão”. Confesso que a princípio tive muitas dificuldades para entender este conceito. Achava que era uma frase bacana de se dizer, mas com pouca, ou nenhuma, utilidade na prática.
No meu entendimento atual, esta frase significa que todo o mundo material, que achamos que é real, na verdade é apenas uma criação a partir de um condicionamento da nossa mente. A seguir, vou mostrar duas maneiras de entendermos este conceito, utilizando ideias simplistas, sem entrar em física quântica e mundo não-físico.
Uma das maneiras é pensar que tudo que existe no mundo material é formado, em seu menor nível conhecido atualmente, por partículas subatômicas. Tudo – eu, você, uma cadeira, uma planta – é constituído destas partículas e a única coisa que diferencia os objetos são as configurações destas partículas.
Uma analogia a isto, é pensar em constelações de estrelas. Nós damos nomes a várias constelações, mas sabemos que elas não passam de estrelas que estão configuradas de maneiras distintas. O que existe são as estrelas, as constelações são invenções da nossa mente.

A Realidade é interna

Outra maneira de entender este conceito é observar como funciona a nossa captação da realidade. O mundo é captado pelo nosso corpo através dos nossos cinco sentidos, via impulsos eletromagnéticos. Estes impulsos são conduzidos ao nosso cérebro e então processados, nos fornecendo imagens, sons, sensações, cheiros e gostos.
Ou seja, o que entendemos como mundo nada mais é do que impulsos eletromagnéticos processados pelo nosso cérebro. Nossa visão da realidade é diretamente criada por como o nosso cérebro processa as informações captadas pelos nossos cinco sentidos. Toda a realidade é algo interno nosso, o que entendemos como externo é somente reflexo do interno.
O mais importante deste conceito é derivado justamente desta segunda explicação. Se quisermos mudar o mundo e a nossa realidade, basta mudarmos a nós mesmos, tomar consciência de como processamos estes impulsos externos. Então, se for o caso, podemos alterar os programas internos que fazem este processamento.
Este processo de mudança da maneira como criamos a nossa realidade é possível sim! E pode ser impulsionado por diversas técnicas como Meditação, Yoga, Thetahealing®, Barra de Access™, PNL, entre outras. Talvez o mais difícil nesta mudança seja nos desapegarmos da nossa visão de mundo, com a qual nos identificamos tanto.

Gratidão!

André Fukunaga

0 Comments

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>